30 de set de 2015

(Resenha) Príncipe Mecânico

Olá, leitores.

Como vão?

Hoje, já adianto, o post vai ser super maneiro, e confesso que, um pouco grande.
Recentemente, terminei o segundo livro da trilogia da Cassandra Clare, As Peças Infernais, cuja o nome é Príncipe Mecânico, e vim resenhar para vocês, dar minha opinião, e claro, incentivar vocês a lerem essa maravilha. Podem ficar tranquilos, apesar de ser o segundo volume, não darei qualquer spoiler sobre o primeiro, então, o receio de ler a resenha por conta de pegar spoiler pode ser descartado!

Antes da resenha, confiram a sinopse do livro:


(Jem, Will e Tessa )

Tessa Gray não está sonhando. Nada do que aconteceu desde que foi de Nova York para Londres - ser sequestrada pelas Irmãs Sombrias, perseguida por um exército mecânico, traída pelo próprio irmão e se apaixonar pela pessoa errada - foi fruto de sua imaginação. Mas talvez Tessa Gray, como ela mesmo se reconhece, nem exista. O Magistrado garante que ela não passa de uma invenção. Para entender o próprio passado e ter alguma chance de projetar o futuro, primeiro Tessa precisa entender quem criou Axel Mortmain, também conhecido como Príncipe Mecânico.





(Resenha) Príncipe Mecânico, Cassandra Clare:



"Às vezes, o amor não basta."

Depois do final instigante e com gosto de quero mais do primeiro volume da trilogia, Anjo Mecânico, a continuação, Príncipe Mecânico, é, sem dúvida, uma obra muito bem criada.

Charlotte se vê em uma situação complicada: depois de um Conselho, pelo Enclave e pelo Cônsul Wayland, foi decretado que, se Charlotte não capturar, encontrar ou até mesmo ter pistas concretas sobre o paradeiro de Mortmain, em quinze dias, o Instituto de Londres será tirado de si, e passado para alguém com quem poucos se relacionam bem: Benedict Lightwood. 

Devido às mortes do primeiro livro, Anjo Mecânico, novas pessoas aparecerem na história, se são coadjuvantes ou não... não direi.

E nessa situação contra o tempo, todos, (Tessa, Will, Jem, Sophie, Jessamine, e até mesmo Henry) estão fazendo o que podem e o que não podem para tentar encontrar algo que realmente seja uma pista verdadeira e concreta, que os leve a algo além de mais mentiras.

Se Benedict tomar o Instituto, ele ficará não somente com o ego ainda mais alto como Tessa ficará para onde ir. Sem família. Sem dinheiro. Sem nada. Os outros se virariam, mas ela... não.

Como se não bastasse a pressão de, em quinze dias perder sua atual moradia, Tessa se encontra ainda mais dividida do que antes. Se antes era apaixonada por Will, mesmo que ele a trate como uma qualquer, tem algo que a esquenta, que a aquece, seus olhos azuis e seus cabelos negros a hipnotizam, positiva e negativamente, ao contrário de Jem, que é atencioso e bondoso com a mesma, e que pode não ser tão belo quanto Will, mas tem algo que Will não demonstra ter: gentileza.  

(Mesmo para aqueles que, assim como eu, detestam romances, fiquem despreocupados, o triângulo amoroso foi criado com todos os pontos para que evitasse o cliché e a "melação" de apaixonados, ficando assim irresistível, até para mim (ou nós) que odiamos livros cheios de romance).

Cheio de reviravoltas, do início a metade, da metade ao fim, ficamos completamente sem ar. No momento em que a Cassandra solta uma bomba (um acontecimento forte), ela consegue acalmar as coisas, tão facilmente quanto as criou, e depois, explode tudo de novo. 


Neste livro conhecemos melhor Mortmain e seu passado, conhecemos melhor O Magistrado e seus motivos para tanto querer aniquilar os Caçadores de Sombras e capturar Tessa e tê-la como sua... conhecemos melhor o Príncipe Mecânico.


Opinião/Conclusão do livro:


Muitas emoções ao ler o livro: lágrimas, raiva e felicidade.
Falar sobre o livro sem soltar um mega spoiler é absolutamente difícil, mas consigo.
Muitas pessoas me disseram, me recomendaram e até me insistiram para eu NÃO ler a última frase do livro, ou me arrependeria, e claro, não fiz. Mas, ao terminar o livro, entendi exatamente o porquÊ disso, o final é destruidor. 
Este livro me transmitiu várias sensações, boas e ruins, mas não ruins em relação ao livro, nem nada do gênero, mas ruim como preocupação, angústia, medo, raiva, entre muitos outros. Tinha momentos em que lia dez páginas, mesmo querendo ler cinquenta, apenas para prolongar a leitura o máximo possível e aproveitar mesmo mesmo a leitura. E consegui, muito bem, devo dizer. O aproveitamento do livro foi máximo, as lições também. Todo livro bom nos deixa algo, nos deixa COM algo. E esse não foi diferente, me adicionou uma coisa. Sabem o quê? A vontade de ter um amigo como Jem, que se importa como Jem se importa com Will, as brincadeiras, as conversas, os gostos, as precauções, e mesmo Will, que nunca demonstra seus sentimentos, o faz com Jem. São irmãos, ligados ao vínculo não somente de Parabatai, mas ao vínculo da amizade. Realmente preciso de um Jem, já que me encaixo mais em Will. 
Mas enfim, o livro foi sem dúvida muito prazeroso, cada página lida o sentimento de admiração pela Cassandra Clare aumentava cada vez mais. O modo de escrita melhora TANTO, de Os Instrumentos Mortais para As Peças Infernais, e o avanço é significativo e aparente. Poderia escrever quarenta posts falando os motivos para ter amado tanto o livro, mas ficaria cliché e mogno, então, encerrarei minha opinião com: LEIAM PARA HOJE ESTE LIVRO!



Nota do livro:

5/5 - FAVORITADO!



TOP 5 melhores frases do livro:

"A mudança nem sempre é conquistada de forma pacífica, mas isto não faz dela uma desvantagem." -Benedict Lightwood  (p24)

"E nos indignarmos por quem temos amor, é para mente o mesmo efeito da loucura." (p47)

"Não se pode comprar, alucinar ou sonhar um caminho para fugir da dor." -Tessa (p161)

"(...) pois eram coisas que não podia ter, e querer o que não se pode ter leva à tristeza e à loucura." (p198)

"Segredos e mentiras são como um câncer na alma. Corroem o que é bom e deixam apenas destruição." (p316)






Galera, encerro o post por aqui, já me desculpando: lamento não falar tudo o que queria do livro, mas é que realmente foram várias sensações e tudo isso daria muita coisa, mas quem me acompanha no meu instagram literário (@weasleyzinho), logo saberá tudo, tudo e tudo.
(Estou ansioso para colocar ele nas tags literárias que a galera me marca).

Bom, é isso. 
Espero que tenham gostado do post, feito com todo carinho (E EMPOLGAÇÃO) para vocês.

Se você já leu o livro, soltem seus dedos e comentem o que acharam, se sua opinião é parecida ou a mesma que a minha, ou caso não tenha gostado (difícil), o motivo pelo qual não gostou. Só se lembrem de NÃO DAR SPOILER. para quem nunca recebeu spoiler, não sabe como é trágico receber um acontecimento de um livro que está lendo.

Com carinho,
Weasleyzinho.



10 comentários:

  1. Eu SABIA que a sua nota ia ser 5/5 + favorito
    Era praticamente impossível ter outra avaliação hahahaha'

    HORA DO SURTO DE FANGIRL
    1. Concordo com tudo o que você falou na sua resenha, acho que andou lendo minha mente e colocou o que eu achava no post
    2. Eu disse que o final era DESTRUIDOR. Você é destruído duplamente,não é mesmo?
    3. Sem dúvida, a escrita da Cassandra Clare melhorou muuito em As Peças Infernais,e em Princesa Mecânica, você vai sentir tantas emoções que vai se sentir sufocado. LITERALMENTE. O último livro irá superar suas expectativas e te deixar refletindo sobre o final por um bom tempo
    4. WILL E JEM ❤❤❤❤❤❤
    também quero a amizade deles. A interação dos dois é maravilhosa, incrível.
    5. O Will evoluiu muito em Príncipe Mecânico(tapa na cara de quem o odiava em anjo Mecânico), e o Jem mostrou toda a sua bondade e gentileza.
    6. E os personagens secundários? Eles são tão bem desenvolvidos, que você acaba se apaixonando por eles também. Como não se preocupar com o destino da Charlotte,do Henry, do Gabriel, do Gideon, da Sophie e até mesmo da Jessamine?
    7. E o Magnus? MY GOSH. Que personagem divino. Leia as Crônicas de Bane depois de Princesa Mecânica, por favor( é obrigatório entendeu? hahaha)
    8. Você acha que ficou sem fôlego em Príncipe Mecânico? Em Princesa Mecânica, os personagens não terão um momento de paz. Cenas de ação, intrigas, descobertas, aventuras umas atrás das outras.
    9. Tessa, é uma das protagonistas mais divas que eu já tive o prazer de conhecer. Ela pensa em todos,e pauta as suas ações nisso. Apesar de eu ter meus momentos de raiva com ela (especialmente em Príncipe Mecânico), não apaga o brilho que ela tem :)
    10. Não tenho mais palavras para expressar o quanto eu amo essa trilogia. O quanto eu amo a escrita da tia Cassie. O quanto eu amo os personagens. E pra mim, ela será única, e a melhor trilogia que já li. Me envolta em tantas emoções e sentimentos, que dificilmente alguma outra saga conseguirá alcançar na mesma magnitude.

    A VOCÊS QUE ESTÃO EM DÚVIDA SE LÊEM OU NÃO. PAREM O QUE ESTÃO FAZENDO E LEIAM ESSES LIVROS PRA ONTEM. SERÃO COMPLETAMENTE ARREBATADOS

    Espero que você tenha tido de ler até aqui Edu, avisei sobre o surto de fangirl hahaha'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você acaba de ganhar o prêmio como MELHOR COMENTÁRIO <3 e Sim, eu li sua mente, e sim, ele me destruiu duplamente, e SIM, tapa na cara de quem não gostava de Will no primeiro livro, e.e evoluiu TANTO, mais tanto, que chega a ser difícil saber quem MAIS evoluiu. Jem? Sempre simpático e gentil, mas nesse livro > Anjo mecânico. Elese saiu melhor do que eu esperava. Tessa diviidia entre ele e Will. Aquele pedido? Me destruiu. CONCORDO COM VOCÊ, TODOS DEVEM PARAR O QUE ESTÃO FAZENDO E LER ESSA MARAVILHOSA TRILOGIA!

      Excluir
    2. hahaha' Obrigada. Quando é algo que eu amo, faço um comentário bem completo(recomendo esses livros pra todo mundo, falo bem,praticamente imploro para as pessoas lerem kkkkkkkkk)

      E sim, quase chorei com aquele pedido :(
      Meu coração se partiu ao meio. Como deixar todos felizes e satisfeitos? Bem difícil.

      Aproveite MUITO Princesa Mecânica, e se prepare viu, pois vai ficar de ressaca por um tempinho :)

      Excluir
  2. Toda vez que vejo alguem falando dos livros da Cassie eu vou logo fuxicar hahahahaha' Amo os livros dela e fico muiiiiiito feliz quando vejo que tem mais alguem lendo os livros dessa autora LACRADORA ❤
    Ameeeii sua resenha!!!! Me fez lembrar dos melhores momentos dessa trilogia perfeita :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Psé... meus "alguéns" sairam sem assento Kkkkkkkkkk'

      Excluir
    2. AWN, eu também quase surto quando vejo alguém falando dos livros dela, preciso conferir tudo para saber a opinião da pessoa. Que bom que quase sempre ela é boa. HAHA obrigado, obrigado <3 Abraços.

      Excluir
  3. Adorei essa resenha.. Já quero ler.
    E com essa nota então, deve ser ótimo.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, leia sim, assim que puder, dê uma chance, vale muito a pena. Abraços.

      Excluir
  4. Já ouvi falar muito bem desse livro, preciso de todos dessa serie!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Hahaha recomendo todoooos mesmo ♡ beijos.

    ResponderExcluir