1 de set de 2015

Julgando pela capa. Errado, ou comum?

Olá, leitores.
Como vão?
Bem, como o próprio nome sugere, hoje falaremos sobre capas, mais precisamente sobre o assunto de julgar pela capa, seja na compra, ou não. E como isso pode, de certa forma, nos "afetar", não de uma forma muito perceptível, mas ainda sim, tem um porém: podemos perder várias boas histórias, e/ou escolher uma... não tão boa assim.


Julgando pela capa. Errado, ou comum?


Quem aqui nunca julgou um livro pela capa?
Ou então comprou um livro pela capa ser atraente?
Bem, se houver pessoas que nunca fizeram isso, ela é um mito.




Bom, de várias formas o julgamento das capas aparece presente nos dias de hoje. Por exemplo, quando você vai à livraria, e decidi olhar os livros com capas que lhe chamem mais atenção. Aí começa o julgamento, por mais que você negue. 
Julgar pela capa muitas vezes é satisfatório para todos, olhar, admirar e comprar. Nos dias de hoje, a capa de um livro mais atenção do leitor (não estou dizendo que a capa é a melhor influência, estou dizendo que são mais notadas do que as sinopses), e isso, olhando por um lado, é ruim.
 CLARO que todos amam belas capas, capas deslumbrantes, com brilho, ou sem, com o seu personagem preferido na capa, ou no caso de um livro com capa de filme, o seu ator favorito na capa, mas às vezes...

                                       "quem vê cara, não vê coração."


Claro, sendo um leitor, já julguei vários livros pela capa, e agora, irei mostrar quais, e um breve comentário sobre cada livro que julguei.


Livros que julguei (positivamente) pela capa:


O despertar do Guardião, da autora parceira, Dáfne Freitas.


Observando atentamente a capa, imaginei que o livro teria um conteúdo legal, e uma capa maravilhosa. Lendo o livro, eu percebi que a capa é legal, e o conteúdo é maravilhoso.

Mentirosos, da E. Lockhart.


A capa desse livro é tão atrativa que, quando me recomendaram, eu comprei e fiquei analisando a capa, e tentando entender o porquê de ela ser do jeito que é. Talvez a intenção tenha sido querer chamar atenção dos leitores, pela capa, e talvez alguns pensassem que o conteúdo seria inferior à beleza da capa, mas ao ler, ficariam completamente chocados e sem chão, pois é o que passei, sofri lendo esse livro.

Livros que julguei (negativamente) pela capa:

Eu sou o Número Quatro, do Pittacus Lore.


Com a capa dessas, sem ler a sinopse, eu dificilmente compraria esse livro. Mas, analisando a sinopse, mais várias pessoas me incentivando à ler esse livro, comprei. E esse livro é a prova de que capa não interfere no conteúdo. Esse livro é maravilhoso, mesmo tendo uma capa não-tão-atraente.

O teorema Katherine, do John Green.


Esse livro, julgando pela capa, seria aquele livro legal, e bom, mas nada de mais, lendo a sinopse, a curiosidade sobre o motivo pelo qual Colin só quer namorar Katherine's, ajuda um pouco. Confesso que, acho essa capa bem feia, comparando à outros livros do autor, essa é a pior capa ( e para mim, o pior livro, não recomendo!).


Poderia citar vários outros livros que, julguei positiva ou negativamente, mas não quero que o post fique muito extenso, ou pode se tornar cansativo. Então, por ora, é só isso, Depois desse post, pare um pouco, reflita, e tente lembrar quantos livros você julgou pela capa, e o tanto que pela capa achou que seria maravilhoso, mas de certa forma, te decepcionou. E depois disso, lembrem-se: leiam também as sinopses, há grandes conteúdos escondidos atrás de pequenas capas.


15 comentários:

  1. Sou a prova viva de pessoa que julgou pela capa e quebrou a cara, comprei um livro maravilhoso(visualmente) nem fiz questão de ler a sinopse e me arrependi muito! A capa de eu sou o número quatro é bem feinha mesmo, porém aposto minhas cartas nesse livro.

    ResponderExcluir
  2. É, uma hora acontece isso de quebrar a cara, é meio que lei haha e realmente é, apostamos. O libro é ótimo!

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. HAHAHA assumir é bom, mas tente mudar um pouco, procurar ler mais sinopses, talvez encontre melhores livros assim

      Excluir
  4. Já comprei livros apenas pela capa, confesso. Na maioria das vezes, não me arrependi. Outras, arrependi muito! rssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, também sou incentivado pela capa, mas não é sempre. Às vezes, damos muita sorte, quando a capa e o conteúdo são bons haha

      Excluir
  5. Nunca comprei nada pela capa, pode ser a coisa mais linda, mas se a sinopse não me encantar não rola. O amor acaba, rs
    Ah sucesso com o blog, beijos

    ResponderExcluir
  6. Awn que orgulho, isso é realmente bom, muito mesmo. O amor acaba ahaha Obrigado, bjs.

    ResponderExcluir
  7. Se toda vez que eu julgasse um livro uma pessoa morresse... Hoje, só restaria eu no mundo ( e por tempo limitado).Eu preciso acabar com esse vício! As vezes o autor investe muito no conteúdo e esquece da capa. Mas realmente, Teorema de Katherine me decepcionou! Foi o segundo livro do autor e eu quase tive um treco... daí depois que entrei no mundo literário, percebi que os verdadeiros leitores tinham a mesma visão que eu nos aspectos de alguns livros e os modinhas (que se dizem fã do John) falam q todos os livros dele são bons e passa aquela imagem falsa. E agora mudando da água para o vinho. O despertar do Guardião é que tem todos os meus pontos positivos! Dáfne sabe surpreender.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, eu às vezes até esqueço de que foi John Green quem escreveu OTK, porque os seus outros livros, são ótimos, e esse, não. E sobre a Dafne saber surpreender: ELA SABE ♡

      Excluir
  8. Nao sei realmente se julgo pela capa... Mas poderia ser pelo título e a capa...
    Mas eu tive uma ilusao livrosa... Heheheh
    (Quando eu julguei o livro pelo AUTOR)
    Essa foi de doer o coração!
    Eu tinha lido A Culpa é das Estrelas... E ameii
    Fui logo querendo ler todos os livros do Green! Ai comprei logo O Teorema de Katharine!
    Até hj nao terminei de ler o livro... Nao deu... É o pior livro que ja li... Kkkkkk
    E ainda por cima... Travei... Nao tenho vontade de ler nenhum dele! Palavras sinceras heheheh!
    Agora eu digo... Nunca mais vou julgar Livro pelo Autor!

    ResponderExcluir
  9. Nao sei realmente se julgo pela capa... Mas poderia ser pelo título e a capa...
    Mas eu tive uma ilusao livrosa... Heheheh
    (Quando eu julguei o livro pelo AUTOR)
    Essa foi de doer o coração!
    Eu tinha lido A Culpa é das Estrelas... E ameii
    Fui logo querendo ler todos os livros do Green! Ai comprei logo O Teorema de Katharine!
    Até hj nao terminei de ler o livro... Nao deu... É o pior livro que ja li... Kkkkkk
    E ainda por cima... Travei... Nao tenho vontade de ler nenhum dele! Palavras sinceras heheheh!
    Agora eu digo... Nunca mais vou julgar Livro pelo Autor!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, realmente. Sei EXATAMENTE como é julgar um livro pelo autor, e foi exatamente como você que eu quebrei a cara, O TEOREMA KATHERINE é horrível, não sei como pude terminar, só sei que empurrei um tanto a leitura, e não foi NADA prazerosa. Nunca mais julgaremos hahaha

      Excluir
  10. Adorei o post.
    Eu já comprei muitos livros pela capa e já deixei de comprar também e muitas vezes juguei errado rs
    Pena que agora não me veio nenhum a mente para citar...
    Beijos
    Dri

    ResponderExcluir
  11. eu sempre leio a sinopse porque eu já julguei muito pela capa, quem nunca né ?
    mas agora aprendi.
    beijos

    ResponderExcluir